• Filipe Adão

Princípio da multimídia: adicionar elementos gráficos a palavras melhora o aprendizado

A junção adequada entre o conteúdo escrito e os elementos visuais pode aprimorar o aprendizado em 89%.

Muitos designers instrucionais confiam mais em suas capacidades técnicas e crenças intuitivas do que em princípios baseados em pesquisa ao criar cursos de e-learning. E embora seja totalmente natural permitir que suas habilidades e intuições o guiem, como você pode ter certeza de que eles estão levando você na direção certa? Talvez você sinta instintivamente que as pessoas aprendem melhor com uma combinação de palavras e elementos gráficos do que apenas com as palavras. Bem, as evidências apresentadas por Mayer e Clark em seu livro E-Learning and the Science of Instruction tendem a concordar com você!


De acordo com Mayer e Clark, os alunos que fizeram uma aula interativa que incluiu uma combinação de palavras e gráficos - definidos como ilustrações, fotos, tabelas, gráficos, mapas, animações ou vídeos - tiveram desempenho 89% melhor do que aqueles que fizeram o mesmo curso com texto sozinho.


Parece um bom motivo para acabar com os slides somente de texto, certo? Bem, sim e não. Antes de você se apressar para preencher as telas com gráficos, é importante observar que, quando se trata de aprendizado, nem todos os gráficos são igualmente eficazes. Vamos dar uma olhada em quais tipos de elementos gráficos contribuem para melhores resultados de aprendizado.


Gráficos que melhoram o aprendizado


Se você deseja adicionar gráficos ao seu curso para melhorar os resultados da aprendizagem, concentre-se em elementos visuais que mostrem a relação entre conceitos, organize o material em categorias, ilustre as mudanças ao longo do tempo ou transforme conceitos abstratos em diagramas concretos. Isso inclui tabelas, gráficos, mapas, linhas do tempo, vídeos e animações. Por exemplo, se você estiver criando um curso sobre o funcionamento das redes de telecomunicações, pode decidir criar um diagrama como o abaixo para ajudar os alunos a visualizar o processo:


Clique para ver a versão interativa.


Gráficos que não melhoram o aprendizado


Não acho surpresa para ninguém que elementos decorativos não ajudam os alunos a entender melhor o material do curso.


O mesmo vale para imagens representativas - ou gráficos que retratam um único objeto - mesmo que estejam relacionados ao conteúdo do curso. Digamos que você esteja criando um curso sobre a vacina contra a gripe e inclua a foto de uma seringa. Embora essa imagem seja relevante, uma vez que está relacionada ao tópico, na verdade não está ajudando seus alunos a entender melhor o material.


Fica a dica


Somente os elementos que ajudam os alunos a entender ou organizar melhor o material do curso - em vez de simplesmente torná-lo bonito - afetam os resultados da aprendizagem. Isso não significa que você deva vetar outras imagens, pois os alunos parecem apreciá-las quando são usadas adequadamente, mas é importante perceber que não estão contribuindo para o processo de aprendizagem.


Se você estiver interessado em aprender mais sobre o princípio da multimídia, bem como outras diretrizes baseadas em evidências para o design do e-learning, não deixe de conferir os outros artigos desta série.


Série: Prinípios de Clark e Mayer

Até o próximo post!

Traduzido e adaptado da comunidade E-learning Heroes.

Todos os direitos reservados Filipe Adão | E-learning & Design © 2020

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube